Fio Maravilha, quem não gosta de você?

Recomenda-se deixar o vídeo rolando enquanto se lê o post

Fio Maravilha nunca foi craque. Mas foi ídolo. Jogador do Flamengo nas décadas de 60 e 70, muitos conhecem um de seus gols, eternizado na música de Jorge Ben Jor, mas poucos conhecem sua história.

Com o nome de João Batista de Sales, Fio começou sua carreira futebolística em 1960, quando chegou ao Flamengo com 15 anos. Ganhou o apelido de “fio” por causa de sua mãe, que ia aos treinamentos na Gávea e incentivava o filho: “vai, meu fio!”.

Os dentes salientes eram uma marca de Fio

Fio era conhecido por ter muito carisma com a torcida. Sua falta de técnica e seu jeito “desengonçado” eram compensados por ser muito querido com a torcida. Algo recentemente comparável com Obina, que é melhor que Eto’o¹, no mesmo Flamengo.

O lendário jogador marcou 79 gols em 288 partidas pelo rubro-negro. Mas um desses foi especial. Em um jogo contra o Benfica em 1972, no Maracanã, Fio estava na reserva. Já no segundo tempo, o jogo estava 0 a 0², e a torcida começou a pedir por Fio. Zagallo, o técnico flamenguista na época, atendeu o pedido e Fio entrou. O resto é história.

Aos 33 do segundo tempo, Fio virou Fio Maravilha. Fez um golaço. Tabelou, driblou dois zagueiros, deu um toque, dribou o goleiro. Só não entrou com bola e tudo porque teve humildade, e gol! Jorge Ben Jor, que estava na estádio, ficou inspirado por tal golaço e fez a música homenageando seu ídolo, que ganhou o “maravilha” no apelido. Uma pena é não haver registro em vídeo do gol, só nos deixando a opção de imaginá-lo através dos versos de Jorge Ben.

Fio Maravilha e Jorge Ben: polêmica e reconciliação

Muita polêmica foi gerada anos depois por conta de um processo de Fio em cima de Jorge Ben. Fio diz ter sabido do processo apenas quando entrou em um ônibus e duas senhoras comentaram uma com a outra: “você conhece esse rapaz aí? É aquele ingrato ex-jogador do Flamengo que tá processando o Jorge Ben”.

Fio explica o que aconteceu: “eu tinha um amigo advogado que perguntou: – Escuta, o Jorge Ben falou com você, pediu autorização? – Disse que não e ele perguntou se tinha algum problema em procurar o Jorge Ben, porque podia ser até que eu ganhasse alguma coisa. Disse que não via problema. Aí ele o procurou várias vezes, mas não foi atendido. Acho que a imprensa descobriu e já saiu falando do processo. Pedi ao advogado para parar com isso, mas ele disse que não dava mais. Eu nem sabia do processo, não queria nada disso.

Fio nos tempos de jogador e o repórter com seu moderníssimo equipamento

Desse modo, Jorge Ben Jor deixou de cantar a música por um tempo, e depois começou a cantar “Filho Maravilha” no lugar de “Fio”³. A situação só foi resolvida em 2007, numa reportagem do Sportv. Fio, aparentemente inocente e ingênuo na história pediu para Jorge Ben voltar a cantar “Fio”, e o pedido foi bem recebido pelo cantor, que não guarda rancor4.

Voltando à época de jogar, Fio foi barrado do Flamengo por Zagallo, e transferido, jogando em alguns clubes brasileiros5, até ir para os Estados Unidos. Fio foi para o “New York Eagles”, onde jogou alguns meses. Depois, foi para um time semi-profissional de Los Angeles, o Monte Belo Panthers. Por fim, foi para o Mercury de São Francisco, onde encerrou a carreira.

Fio Maravilha nunca deixou São Francisco, onde mora há já 32 anos. Depois que largou o futebol, passou a ser entregador de pizzas por lá. Hoje tem 65 anos e muitas histórias para contar.

Fio visita Zico na Gávea (Foto: Rodrigo Benchimol / Globoesporte.com)

Nesse mês de agosto, Fio visitou a Gávea e reviu Zico, com quem atuou em algumas partidas pelo Flamengo6.

Ao ser perguntado sobre qual foi o seu “gol inesquecível”, Fio não hesita: “ah, o gol da música!7

Com dentes arrumados e "mais gordinho", Fio mora há 32 anos em São Francisco

Notas:
¹ Carece de fontes
² A Wikipédia e outros sites (que devem ter se baseado no primeiro) afirmam que o jogo em que Fio fez o gol foi um amistoso contra o Benfica, terminado 3×2 (Fio teria feito o gol da vitória). Porém, no site oficial do Flamengo, há registro de apenas um jogo contra o Benfica em 1972 (em 15/01), válido pelo Torneio Internacional de Verão do RJ, ganho por 1 a 0, com gol de Fio.
O mesmo acontece com o número de gols e jogos. Enquanto os sites dizem que ele “marcou 44 gols em 167 partidas”, o site oficial diz “79 gols em 288 partidas”
Fontes: http://www.flamengo.com.br/flapedia/Jogos_do_Flamengo_em_1972 e http://www.flamengo.com.br/flapedia/Fio_Maravilha
³ Jorge Ben Jor ganhou o processo. Recusava-se a cantar a música e depois trocar o nome de Fio por ter ficado muito decepcionado com o processo, já que havia feito uma música exaltando o jogador de quem gostava.
4 A matéria completa pode ser vista no Youtube, clicando aqui!
5 Fio passou pelo Paysandu, o CEUB-DF, a Desportiva-ES e o São Cristóvão, além de uma rápida passagem pelo Avaí.
6 Matéria no G1
7 Entrevista para a Rádio Globo
Anúncios
Esse post foi publicado em Futebol e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s